A REGIÃO

A Região das Matas de Minas é uma origem produtora
de cafés especiais, composta por 63 municípios,
situada em uma área de Mata Atlântica, no leste do
Estado de Minas Gerais.

Nossa produção é naturalmente sustentável, marcada
pela predominância da agricultura familiar, pelo impacto econômico e social direto e indireto e integração natural entre o homem e a mata, fatores culturais presentes na cafeicultura da nossa região.

Somos pioneiros no que chamamos de qualidade artesanal, o trabalho manual e técnicas desenvolvidas pelos produtores da região para se produzir alta qualidade.
O resultado deste trabalho é uma diversidade de nuances
e sabores diferenciados, presentes nos nossos cafés,
que hoje se destacam nas principais premiações nacionais
e internacionais.

 

DADOS DA REGIÃO

  • Municípios 63
  • Localização Leste do Estado de Minas Gerais
  • Área de produção 275 mil hectares
  • Produtores 36 mil (80% possuem menos de 20 hectares plantados)
  • Empregos diretos 75 mil
  • Empregos indiretos 156 mil

 

QUALIDADE ARTESANAL

Nossos cafeeiros são da variedade Arábica e cultivados
em áreas de topografia montanhosa e irregular, em
altitudes que variam entre 600 e 1.200 metros.

O clima ameno do território, aliado à evolução tecnológica
dos processos artesanais desenvolvidos na região,
resultam em cafés de qualidade artesanal e uma
diversidade de sabores e nuances.

CARACTERÍSTICAS DOS CAFÉS DA REGIÃO

  • Corpo
    De encorpado a muito encorpado
  • Aroma
    Intenso, com notas florais e cítricas
  • Sabor
    Adocicado, com diversidade de sabores cítricos, caramelado e achocolatado
  • Finalização
    Agradável e prolongada
  • Acidez
    Delicada e equilibrada

COMO ESTAMOS ORGANIZADOS

A Região das Matas de Minas é regulamentada pelo:

CONSELHO DAS ENTIDADES DO
CAFÉ DAS MATAS DE MINAS

Somos uma organização sem fins lucrativos, de caráter
representativo, científico, educacional e cultural, formada
por entidades membros e parcerias voltadas ao
desenvolvimento dos cafeicultores, nos 63 municípios
que compõem a área demarcada da região.

NOSSO PROPÓSITO NOSSOS PILARES MEMBROS E PARCERIAS

NOSSO PROPÓSITO

Desenvolver, proteger e promover a qualidade
artesanal, a diversidade, e a sustentabilidade
natural da produção de cafés, tendo sempre
como objetivo o desenvolvimento sustentável
coletivo da Região das Matas de Minas.

NOSSOS PILARES

  • QUALIDADE ARTESANAL

    Desenvolver e valorizar a
    diversidade e a qualidade artesanal
    na produção de cafés na região das
    Matas de Minas, disseminando
    conhecimento e capacitação para
    os nossos produtores.

  • SUSTEN-
    TABILIDADE NATURAL

    Incentivar a integração natural
    entre o homem e a mata,
    promovendo de forma cultural
    a sustentabilidade natural da
    produção de cafés na região.

  • DESEN-
    VOLVIMENTO COLETIVO

    Trabalhar juntos, em parceria,
    promovendo a força do coletivo,
    gerando valor para nossa produção
    e desenvolvimento sustentável para
    sociedade e os negócios da região.

MEMBROS E PARCERIAS

ACIAM
Manhuaçu e Região

Coocafé

Lajinha e Região

Sicoob Credicaf

Lajinha e Região

Sicoob Credisudeste 
Muriaé e Região 

Sicoob União
Raul Soares e Região 

Sicoob Credilivre
Manhuaçu e Região

Sindicato Rural
Manhuaçu e Região

Sindicato Rural
Manhumirim e Região

Sindicato Rural
Lajinha e Região

Sicoob CredCooper
Caratinga e Região

Sindicato Rural
Caratinga e Região

Sindicato Rural
Luisburgo e Região

SCAMG
Manhuaçu e Região

Hanns R. Neumann Stiftung do Brasil
Manhuaçu e Região

PARCEIROS:

CORPOL
EMATER
EPAMIG
FAEMG

IWCA
Prefeitura Municipal de Luisburgo

Prefeitura Municipal de Manhuaçu
SEBRAE

SENAR
UFV

NOTÍCIAS

12/12/2017
3º Encontro dos Cafeicultores Região das Matas de Minas

O Conselho do Café das Matas de Minas, em parceria com o Sebrae, promoveu o 3º Encontro dos Cafeicultores Região das Matas de Minas, no Centro de Pesquisas Cafeeiras Eloi Carlos Heringer (CEPEC), em Martins Soares.

 

Na programação em Martins Soares, houve a abertura com o Presidente Sebastião de Lourdes Lopes e a técnica do Sebrae Minas Ereni Emerick.

 

TERCEIRA ONDA DO CAFÉ

 

O encontro teve uma palestra com a doutoranda em Administração pela UFLA, Elisa Guimarães, sobre a terceira onda dos cafés e as perspectivas para os cafés especiais.

 

Ela foi coordenadora do Bureau de Inteligência Competitiva do Café da Universidade Federal de Lavras – UFLA. Na palestra, a pesquisadora mostrou que a “Terceira Onda do Café” se consolidou como tendência duradoura no mercado; e que uma empresa especializada em pesquisa de mercado de alimentos constatou que os ‘millennials - grupo de jovens com idades entre 19 e 34 anos - representam cerca de 44% do mercado consumidor de café nos Estados Unidos. E ainda que, nos últimos oito anos, o consumo diário de café dos jovens de 18 a 24 anos também aumentou de 34% para 48%.

 

A Terceira Onda do Café, expressão que foi criada no início dos anos 2000, somente teve a popularização desse conceito nos últimos anos, quando inúmeras cafeterias independentes surgiram com uma proposta alinhada à terceira onda, amparadas pela exigência cada vez mais crescente dos consumidores por qualidade.

 

Especialistas em café atribuem a "Primeira Onda” ao aumento exponencial do consumo decorrente da modernização das etapas do processamento e comercialização do produto, até então de baixíssima qualidade. E a “Segunda Onda” teria surgido como reação ao movimento anterior, sendo responsável pela introdução do conceito de cafés especiais e de origem produtora, bem como pela popularização do café expresso e do consumo da bebida em cafeterias. Por fim, a “Terceira Onda” estaria ligada à percepção do café como produto artesanal, diferenciado por inúmeros atributos, como qualidade, origem, torra e método de preparo, que é comercializado de forma mais direta entre os elos da cadeia produtiva.

 

No ambiente da Terceira Onda, algumas grandes redes têm investido nesse segmento com a oferta de cafés de altíssima qualidade e origem única. “A palestra foi sobre a prospecção no mercado de cafés especiais, com foco na terceira onda do café. Que é uma onda que busca a máxima qualidade possível do café. Vemos um trabalho excelente do Conselho do Café das Matas de Minas, que busca reunir os produtores sob uma marca e criar a identidade dessa região. É isso que o consumidor de terceira onda procura, o café único de cada região, saber quem é o cafeicultor, como é a propriedade e os métodos de processamento”.

 

Segundo ela, na terceira onda a busca é pela máxima qualidade do café. “Todo cuidado com a produção, com a torra, os métodos de preparo nas cafeterias são mais artesanais. Então, o café da região, de produção naturalmente artesanal, tem espaço para conquistar o mercado. O consumidor está aprendendo a tomar café vez mais cafés de qualidade. Ele está cada vez mais interessado, buscando informações, conhecendo os métodos de preparo. É um consumidor apaixonado e cada vez mais envolvido”, afirma.

 

Na parte final do evento, Paulo Correa, da Emater/MG, apresentou a evolução da região nos concursos de qualidade de cafés.

 

Em seguida, o consultor Illy Café e Matas de Minas, Sérgio Cotrim DAlessandro, falou sobre o trabalho de rastreabilidade voltado para o mercado internacional de cafés especiais.

 

A Região das Matas de Minas vem crescendo nesse contexto de cafés especiais. “É uma construção de mais de 20 anos e agora estamos colhendo os frutos a partir dos trabalhos de diversos atores, entidades, e dos cafeicultores. O Conselho foca agora a comunicação ao mercado externo que existe essa qualidade. Criamos o Selo das Matas de Minas, estamos implantando uma plataforma tecnológica com o Sebrae que permitirá, por um QR Code, a oferta de toda a rastreabilidade, todos os dados do produtor, da fazenda, da forma de colheita, mapas, fotos e vídeos. Agora vamos trabalhar o pilar do mercado, fazendo com que o café da região tenha mercado internacional por conta de sua qualidade e diferenciais das Matas de Minas”.

 

 

Autor: Carlos Henrique Cruz

CONTATO

Ficou interessado em nossos cafés?
Quer fazer parte da nossa equipe?
Alguma dúvida?

Entre em contato conosco.
info@matasdeminas.org.br

 

Quer utilizar nossa marca em seu evento?
Clique aqui e preencha o formulário.

 

FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO PARA USO INSTITUCIONAL DA MARCA "REGIÃO DAS MATAS DE MINAS"