A REGIÃO

A Região das Matas de Minas é uma origem produtora
de cafés especiais, composta por 63 municípios,
situada em uma área de Mata Atlântica, no leste do
Estado de Minas Gerais.

Nossa produção é naturalmente sustentável, marcada
pela predominância da agricultura familiar, pelo impacto econômico e social direto e indireto e integração natural entre o homem e a mata, fatores culturais presentes na cafeicultura da nossa região.

Somos pioneiros no que chamamos de qualidade artesanal, o trabalho manual e técnicas desenvolvidas pelos produtores da região para se produzir alta qualidade.
O resultado deste trabalho é uma diversidade de nuances
e sabores diferenciados, presentes nos nossos cafés,
que hoje se destacam nas principais premiações nacionais
e internacionais.

 

DADOS DA REGIÃO

  • Municípios 63
  • Localização Leste do Estado de Minas Gerais
  • Área de produção 275 mil hectares
  • Produtores 36 mil (80% possuem menos de 20 hectares plantados)
  • Empregos diretos 75 mil
  • Empregos indiretos 156 mil

 

QUALIDADE ARTESANAL

Nossos cafeeiros são da variedade Arábica e cultivados
em áreas de topografia montanhosa e irregular, em
altitudes que variam entre 600 e 1.200 metros.

O clima ameno do território, aliado à evolução tecnológica
dos processos artesanais desenvolvidos na região,
resultam em cafés de qualidade artesanal e uma
diversidade de sabores e nuances.

CARACTERÍSTICAS DOS CAFÉS DA REGIÃO

  • Corpo
    De encorpado a muito encorpado
  • Aroma
    Intenso, com notas florais e cítricas
  • Sabor
    Adocicado, com diversidade de sabores cítricos, caramelado e achocolatado
  • Finalização
    Agradável e prolongada
  • Acidez
    Delicada e equilibrada

COMO ESTAMOS ORGANIZADOS

A Região das Matas de Minas é regulamentada pelo:

CONSELHO DAS ENTIDADES DO
CAFÉ DAS MATAS DE MINAS

Somos uma organização sem fins lucrativos, de caráter
representativo, científico, educacional e cultural, formada
por entidades membros e parcerias voltadas ao
desenvolvimento dos cafeicultores, nos 63 municípios
que compõem a área demarcada da região.

NOSSO PROPÓSITO NOSSOS PILARES MEMBROS E PARCERIAS

NOSSO PROPÓSITO

Desenvolver, proteger e promover a qualidade
artesanal, a diversidade, e a sustentabilidade
natural da produção de cafés, tendo sempre
como objetivo o desenvolvimento sustentável
coletivo da Região das Matas de Minas.

NOSSOS PILARES

  • QUALIDADE ARTESANAL

    Desenvolver e valorizar a
    diversidade e a qualidade artesanal
    na produção de cafés na região das
    Matas de Minas, disseminando
    conhecimento e capacitação para
    os nossos produtores.

  • SUSTEN-
    TABILIDADE NATURAL

    Incentivar a integração natural
    entre o homem e a mata,
    promovendo de forma cultural
    a sustentabilidade natural da
    produção de cafés na região.

  • DESEN-
    VOLVIMENTO COLETIVO

    Trabalhar juntos, em parceria,
    promovendo a força do coletivo,
    gerando valor para nossa produção
    e desenvolvimento sustentável para
    sociedade e os negócios da região.

MEMBROS E PARCERIAS

ACIAM
Manhuaçu e Região

Coocafé

Lajinha e Região

Sicoob Credicaf

Lajinha e Região

Sicoob Credisudeste 
Muriaé e Região 

Sicoob União
Raul Soares e Região 

Sicoob Credilivre
Manhuaçu e Região

Sindicato Rural
Manhuaçu e Região

Sindicato Rural
Manhumirim e Região

Sindicato Rural
Lajinha e Região

Sicoob CredCooper
Caratinga e Região

Sindicato Rural
Caratinga e Região

Sindicato Rural
Luisburgo e Região

SCAMG
Manhuaçu e Região

Hanns R. Neumann Stiftung do Brasil
Manhuaçu e Região

PARCEIROS:

CORPOL
EMATER
EPAMIG
FAEMG

IWCA
Prefeitura Municipal de Luisburgo

Prefeitura Municipal de Manhuaçu
SEBRAE

SENAR
UFV

NOTÍCIAS

24/07/2015
REDES DE REFERÊNCIA DA CAFEICULTURA DAS MATAS DE MINAS

A proposta da implantação do Programa “Redes de Referência da Cafeicultura das Matas de Minas” tem por objetivo promover o engajamento dos cafeicultores das Matas de Minas no esforço que está sendo feito para transformar a cafeicultura regional em um polo de produção cafeeira sustentável, de altíssima qualidade artesanal e de reconhecidos méritos pela comunidade local e pelos mercados interno e externo. Os fundamentos que balizam este trabalho de mobilização técnica dos cafeicultores encontraram suporte no reconhecido sucesso das Redes de Propriedades de Referências desenvolvidas pelo Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), que estão em utilização desde o ano de 2004 e, atualmente, já consagrada como alternativa viável para promover a adequada inovação tecnológica das propriedades rurais envolvidas. Segundo Miranda e Doliveira (2005), essa metodologia utilizada no estado do Paraná tem por base os trabalhos desenvolvidos pelo Institut de l’Élevage da França, desde 1981.

 

Conceitualmente, para o Projeto Café das Matas de Minas, uma Rede de Referência é um conjunto de propriedades representativas da cafeicultura regional, que experimentam a vivência comum de um processo de otimização tecnológica, gerencial e mercadológica dirigido à ampliação de sua eficiência e sustentabilidade, conduzido por cafeicultores e técnicos envolvidos em um trabalho conjunto e de elevada sinergia. Sendo assim, as propriedades cafeeiras da Rede servem como referência técnica e econômica para as outras unidades cafeeiras por elas representadas.

 

Além desse objetivo principal de servir de referências tecnológicas para o desenvolvimento sustentável da cafeicultura familiar das Matas de Minas, as Redes de Referência promoverão uma aproximação direta das instituições PD&I nos processos de formulação e consolidação de propostas de inovação tecnológica para o desenvolvimento destes produtores. Permitindo, assim, a realização de uma interação dinâmica entre as instâncias de concepção e usufruto da atividade técnico-científica, interação esta que busca potencializar a competitividade e a sustentabilidade desses produtores. Ou seja, esta proposta viabilizará maior aproximação das instituições públicas de PD&I regionais – Universidade Federal de Viçosa, Epamig, Emater, Senar, Sebrae e assistência técnica das cooperativas - com as reais necessidade dos cafeicultores, promovendo, crescentemente, melhores e mais eficazes ajustes ao sistema produtivo.

 

 

Também é importante ressaltar que a implantação regional deste projeto tem o propósito de promover a aproximação do Conselho das Entidades do Café das Matas de Minas diretamente com os cafeicultores, que são protagonistas das realizações de uma cafeicultura compatível com as exigências do regulamento de uso do selo “Região das Matas de Minas” e com os anseios dos mercados cada dia mais demandadores de produto de qualidade artesanal, sustentável e comprometido com o desenvolvimento comunitário.

 

Autor: José Luis Rufino

CONTATO

Ficou interessado em nossos cafés?
Quer fazer parte da nossa equipe?
Alguma dúvida?

Entre em contato conosco.
info@matasdeminas.org.br

 

Quer utilizar nossa marca em seu evento?
Clique aqui e preencha o formulário.

 

FORMULÁRIO DE REQUERIMENTO PARA USO INSTITUCIONAL DA MARCA "REGIÃO DAS MATAS DE MINAS"